01 junho, 2014

Resenha: A Hospedeira

TÍTULO: A Hospedeira
TÍTULO ORIGINAL: The Host
AUTOR: Stephenie Meyer
EDITORA: Intrínseca
PÁGINAS: 557
Minha Avaliação:



Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam. 
A Hospedeira é um livro para você levar  muito a sério aquele ditado: "Nunca julgue um livro pela capa". Poque, né... Que decepção esta capa! Mas não se enganem, A Hospedeira é um dos meus livro favoritos.
A Hospedeira possui personagens muito bem elaborados, uma história fantástica, e um desfecho espetacular. Vamos combinar né, quem é que imaginaria um mundo do jeito que está relatado na história e ainda incluir romance nesta história senão Meyer? 
A Hospedeira não é um livro que me deixou muito de queixo caído com alguma notícia bombástica. Mas a história é tão legal que não precisou disso para ela ser fantástica.
Adorei o final da livro! Foi muito legal  o jeito com que Meyer finalizou esta história. Gostaria de poder falar mais sobre isto mas acho que não conseguiria continuar sem dar nenhum spoiler haha.
Então é isso meus queridos. Quero finalizar falando que vale muito a pena ler este livro e tê-lo na estante. E lembre-se: não julgue-o pela sua capa. Que, como já falei, foi uma decepção só.
Beijos e abraços
Laura Guimarães






2 comentários:

  1. Oi Laura!Tudo bom?Esse é um dos meus livros favoritos!Amo o final.
    Então,eu indiquei você para uma tag,dá uma olhadinha lá!http://umlivroemummilhao.blogspot.com.br/2014/06/tag-de-3-em-3.html
    Um beijão,
    Luíza
    http://umlivroemummilhao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooiee
      Tudo sim e você? Obaaa Taag! Acho que vocês já sabem o quanto adoro fazer tags aqui no blog.
      Ok. Responderei à Tag assim que possível.
      Beijão para você e para a Cibelli

      Excluir

Comente com sabedoria. Sem xingamentos, respeitando a opinião do outro, caso ache no texto um erro de gramática é só avisar.
"A bondade é o princípio do tato, e o respeito pelos outros é a primeira condição para saber viver."- Henri Frédéric Amiel
Beijos

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo