25 maio, 2014

Resenha: Harry Potter e a Câmara Secreta

TÍTULO: Harry Potter e a Câmara Secreta
TÍTULO ORIGINAL: Harry Potter and the Chamber of Secrets
SÉRIE: Harry Potter
VOLUME: 2
AUTOR: J. K. Rowling
EDITORA: Rocco
PÁGINAS: 252
Minha Avaliação:



É pura magia! Aranhas gigantes, cobras que matam só com o olhar, varinhas mágicas com defeito... Muitas histórias contribuem para que o leitor se encante com Harry Potter e a câmara secreta, onde ele vai reencontrar todos os pequenos heróis e amigos do livro anterior. Mas isto não será para sempre. J. K. Rowling, a autora da saga de Harry Potter, já avisou que até o sétimo livro da série, que promete ser o último, alguns personagens do bem vão morrer.

ATENÇÃO: CONTÊM SPOILERS DO LIVRO ANTERIOR!

A Câmara secreta foi o primeiro livro de HP que eu li, mas por causa dos filmes eu já conhecia os personagens então não fiquei tão perdida quando li. 


Mesmo já conhecendo o modo como Harry é tratado pelos tios, não tem como não sentir pena do protagonista. Caracas (haha caracas me lembra o Ron), como ele sofre. Enfim, como já sabemos como são os personagens, a condição de cada um, Rowling não precisa repetir isso no segundo livro.

Muitos fatores contribuem para que o leitor se encante com Harry Potter e a Câmara Secreta, onde ele vai reencontrar todos os amigos do livro anterior. A trama começa com Harry passando as férias, como de costume, na casa dos tios trouxas. Seu aniversário de 12 anos é o pior de todos: ninguém o cumprimenta, ele não ganha nem um presente sequer, ninguém muito menos lembra de que ele existe. E como se não fosse o bastante, os tios o trancaram em um quarto com grades com direito a apenas uma refeição por dia.

Mas as coisas irão melhorar. Em uma noite aparece um carro voador com os amigos: Fred, Jorge e Rony e, felizmente, livram Harry deste tratamento não humano. Essa é apenas uma das situações quase-desgraça em que Potter se mete. E acho que é por isso que o livro é tão interessante.

O conflito a ser resolvido deste livro é: um monstro está atacando o alunos de Hogwarts, mas o problema não é só este. Ninguém sabe que tipo de monstro ou onde este monstro está escondido. Na floresta proibida talvez? Na própria escola?


Para Harry, Hogwarts é tudo na sua vida. Sua casa, um lugar onde ele pode ser feliz. Portanto, quando colegas, e até mesmo professores começam a desconfiar que o garoto está por trás destes ataques, a situação fica ainda mais complicada.

 A minha primeira impressão de HP e a câmara secreta foi : UAU! Na minha opinião, este livro supera o primeiro. Ele, assim como A Pedra Filosofal, é repleto de magia (ah não, jure? kkkk) e não conseguimos parar de ler.

Uma coisa que acontece no livro é a descrença de alguns amigos para com Harry. O garoto até o ano passado era um herói, todos queriam ficar perto dele. Mas neste segundo livro, as pessoas pensam que ele é um delinquentezinho, que é a forma peuqena de você-sabe-quem. E as pessoas que gostam de Harry, agora são poucas. Aí você pensa: "Mas Hogwarts é o lar dele. O que o pobrezinho vai fazer agora?" pois é, o que resta a Harry é ter fé de que percebam que não é ele quem anda fazendo estes ataques contra a escola.

O livro em si é maravilhoso. Uma narrativa esplêndida e um final surpreendente. Ficarei com muito pesar quando esta incrível saga finalmente acabar.

Beijos e abraços
Laura Guimarães





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com sabedoria. Sem xingamentos, respeitando a opinião do outro, caso ache no texto um erro de gramática é só avisar.
"A bondade é o princípio do tato, e o respeito pelos outros é a primeira condição para saber viver."- Henri Frédéric Amiel
Beijos

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo