03 maio, 2014

Resenha: A Esperança

TÍTULO: A Esperança
TÍTULO ORIGINAL: Mockingjay
SÉRIE: Jogos Vorazes
VOLUME: 3
AUTOR: Suzanne Colins
EDITORA: Rocco
PÁGINAS: 424
Minha Avaliação: 



Após sobreviver duas vezes aos desafios da arena, Katniss acredita que não precisará mais lutar (sabe de naaada inocente kkkkk). Mas as regras desse jogos mudaram: com a chegada dos rebeldes do Distrito 13, enfim é possível organizar uma revolta. A revolução falada por todos finalmente começou. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer uma faísca de esperança nos distritos que estão dispostos a fazer de tudo para se livrar das ordens da capital. E agora nossa heroína precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde, o Tordo. O sucesso da revolução depende de Katniss aceitar ser esse símbolo. Mas será que vale a pena por sua família em risco novamente? Será que Peeta e Gale precisarão morrer para que eles vençam essa luta?

ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES!

Assim como os outros livros da trilogia, nos sentimos como se estivéssemos em Panem vivendo o que Katniss vive, sentindo o que ela sente. Acho isso muito importante em um livro além de a história ser boa, a leitura ser fácil e tudo mais. por isso cogitei em dar cinco estrelas. Mas como o livro, assim como tantos outros, não supera o primeiro por isso quatro estrelinhas.

A leitura, assim como a dos outros livros, flui naturalmente e é super fácil de entender. O que nos deixa mais ansiosos para ler é o que acontecerá com  Peeta, Johanna e com todos os outros que ficaram na arena (pelo menos para mim). Esse é o tipo de livro que você começa a ler e no mesmo dia já está acabando de ler. 

O foco do livro desta vez não está no triângulo amoroso e sim na revolução (o que Katniss tem de fazer para contribuir, como é a sede do distrito 13, etc, etc.) o que me deixou um pouco desanimada para ler (vocês sabem o quanto amo triângulos amorosos kkk) mas com certeza vale a pena ler esse famoso best-seller!

Como é uma revolução e também porque a série é Jogos Vorazes, temos algumas mortes bem chocantes na verdade e de fazer chorar. Mas como eu já disse é uma revolução e com isso morte é uma consequência inevitável.

A Esperança tem um final muito surpreendente (eu nem cogitaria em imaginar um final daqueles). Achei o Epílogo maravilhosamente lindo.

E aí? Já leu? Não?! Então o que está esperando? Corre ler que vale a pena!

Beijos e Abraços
Laura Guimarães







2 comentários:

  1. Eu li esse livro e como você escreveu tem umas mortes bem, digamos, difíceis de aceitar. A Suzanne é bem má rsrs.
    Abraços

    estantejovem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha Na verdade não só algumas não é? Concordo plenamente quando você diz que a Suzanne é má mas adoro ela. rsrs
      Beijos

      Excluir

Comente com sabedoria. Sem xingamentos, respeitando a opinião do outro, caso ache no texto um erro de gramática é só avisar.
"A bondade é o princípio do tato, e o respeito pelos outros é a primeira condição para saber viver."- Henri Frédéric Amiel
Beijos

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo