27 março, 2014

Resenha: O Ladrão de Raios

TÍTULO:  O Ladrão de Raios
TÍTULO ORIGINAL: The Lightning Thief
SERIE : Percy Jackson & os Olimpianos
VOLUME: 1
AUTOR: Rick Riordan
EDITORA: Intrínseca
PÁGINAS: 387
Minha Avliação:



Primeiro volume da saga Percy Jackson e os Olimpianos, O Ladrão de Raios esteve entre os primeiros lugares na lista das séries mais vendidas do The New York Times. O autor conjuga lendas da mitologia grega com aventuras no século XXI. Nelas, os deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. Marcados pelo destino, eles dificilmente passam da adolescência. Poucos conseguem descobrir sua identidade.O garoto-problema Percy Jackson é um deles. Tem experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem saltar das páginas dos livros direto para a sua vida. Pior que isso: algumas dessas criaturas estão bastante irritadas. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos - jovens heróis modernos - terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.

A extraordinária obra de Rick Riordan conta a história de Percy Jackson, um menino de 12 anos com todos os problemas possíveis que você poderia imaginar (o garoto tem dislexia, deficit de atenção, hiperatividade...). Para ele, era apenas um menino normal (na medida do possível) mas acaba descobrindo que não é bem isso e que na verdade ele é um Semideus.

A vida do garoto muda totalmente aos seu doze anos (como eu já lhe informei) na Academia Yancy (um colégio interno para "crianças problemáticas") durante um passeio da escola quando Nancy Bobofit, sabe aquela pessoa que "se acha" e pensa que pode fazer qualquer coisa com qualquer pessoa?  começa a provocar seu melhor amigo Grover Underwood, que segundo Percy é ''um alvo fácil'', e como o garoto é sempre fiel a seus amigos nessa ocasião não seria diferente.

 Quando Percy foi defender o amigo aconteceu uma coisa anormal e inesperada: apenas com o pensamento o garoto conseguiu jogar Nancy dentro de um pequeno chafariz que havia ali perto foi como se a água puxasse a menina para dentro do chafariz. Em seguida aconteceu uma coisa mais estranha ainda. Sua professora de Álgebra, a Senhora Dods, que vira toda a cena chamou Percy em um canto para ''ter uma conversa'' e no momento em que eles entram e um outra sala para conversar a professora se revela ser uma benevolente e pede para que Percy entregue o Raio. 

Nesse momento Grover e o Sr. Brunners (o professor favorito de Percy) entra na sala e entrega ao garoto uma caneta que vira uma espada. Com a caneta/espada em mãos Percy corta a Benevolente ao meio e quando volta para onde os outros alunos se encontravam, mas todos exceto Percy pensavam que nunca tinha existido uma Senhora Dodds. 
                                                                       . . .                                                                                      
Durante as férias de verão, Percy e sua mãe (Sallie Jackson) vão para uma casa de praia mas logo no primeiro dia ocorre uma tremenda tempestade e Sallie acorda Percy no meio da noite e explica a ele que ele era um Semideus, ou seja, que o pai do garoto é um deus (que mais tarde descobrimos que é Posseidon) e então ela o leva para o Acampamento Meio-Sangue que segundo Sallie é o único lugar seguro para as pessoas como ele.
                                                                       . . .                                                                                     
Já no acampamento Percy descobre que está sendo acusado de ter roubado o Raio Mestre de Zeus mas como não é o ladrão, recebe uma missão em que tem que devolvê-lo até o Solstício de Inverno às mãos de seu dono.
Então o menino embarca em uma missão com Grover ( que acaba descobrindo que é um Sátiro, ou seja, metade homem e metade bode) e Annabeth (outra semideusa, filha de Atena) para cumprir essa missão e impedir que os deuses entrem em guerra.

As partes do livro em que o trio começa a procurar o raio é, na minha opinião, as partes mais legais do livro. A cada capítulo novo que vai surgindo mais você fica "preso'' ao livro e mais você quer terminar de ler essa interessante história.

Na minha opinião o livro vale muito a pena ler e comprar! Especialmente se você gosta de Mitologia Grega. 



                                                  ADAPTAÇÃO AO CINEMA:                                                      
   Percy Jackson e o Ladrão de Raios, a Versão para o cinema do sucesso editorial do escritor Norte-americano Rick Riordan (Tio Rick) sobre as aventuras de Percy Jackson e seus amigos (Grover a Annabeth) é um programa para quem gosta de Grécia Antiga e Mitologia Grega.                                     Um filme de aventura onde Percy (vivido por Logan Lerman) terá de enfrentar meia dúzia de criaturas mitológicas (principalmente monstros) para completar uma missão: devolver a Zeus o Raio Mestre que fora misteriosamente furtado.  Percy Jackson e o Ladrão de Raios adapta para os dias atuais a ordem antiga, então possui uma série de adaptações um pouco previsíveis mas bem boladas como por exemplo a entrada para o Hades (Submundo).                                        A obra possui vários defeitos circunstanciais em relação ao livro como: Percy tem 12 anos e não 16, Annabeth (vivida por Alexandra Daddario) é loira de olhos cinzentos e não tem cabelos castanhos e olhos azuis, a falta de personagens importantes para o enredo não somente dos 
Espero que tenham gostado do post ,marque sua opinião aqui embaixo e continue a acompanhar o Blog!
PS: Me desculpem se alguma coisa não ficou de acordo porque é a primeira resenha que faço então ao longo do tempo irei ''pegando mais prática''

CRÉDITOS DA POSTAGEM:
http://maniacompulsivaporlivros.blogspot.com.br/2013/04/resenha-percy-jackson-e-os-olimpianos-o.html?showComment=1395960049657#c877122647614779749

http://omelete.uol.com.br/cinema/critica-percy-jackson-e-o-ladrao-de-raios/#.UzS-MKhdXN1

http://meuvicioliterario.blogspot.com.br/2013/07/resenha-o-ladrao-de-raios-livrofilme.html


Laura Guimarães







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com sabedoria. Sem xingamentos, respeitando a opinião do outro, caso ache no texto um erro de gramática é só avisar.
"A bondade é o princípio do tato, e o respeito pelos outros é a primeira condição para saber viver."- Henri Frédéric Amiel
Beijos

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo